domingo, 6 de janeiro de 2013

Sufocando as vogais

Sim é verdade que eu ando com medo do futuro, mas ando também com uma ânsia de vivê-lo que eu mesma não sabia que eu tinha. Eu preciso sair do até então conhecido mundo em que eu vivo. E sinceramente eu não sei o que vai acontecer comigo se eu não conseguir cumprir com as promessas feitas a mim mesma, talvez eu enlouqueça, ou talvez eu tenha um desgaste emocional or something. 
Existem muitas palavras que só são ditas na minha cabeça.
Existem aquelas palavras que serão ditas sem que haja alguém para escutá-las, mas serão ditas de todo o coração.
Terão aquelas que ficarão engasgadas, assim na pontinha da língua, e não sairão por medo. Medo que sempre me rondou.
Mas ainda assim as que serão sentidas com mais prazer, ainda estão por vir.
Palavras... as ditas e as não ditas, quem poderia crer que elas tivessem tanta força ?

Que as lágrimas sequem.
Que a sensação de bolo dentro do estômago passe.
Que eu saia daqui.
Que eu encontre o amor.


Um comentário:

  1. De destino se disfarça o que escolhemos. De medo, o que mais queremos.
    GK

    ResponderExcluir